Parati - história e eventos

quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Tomar banho de cachoeira, andar em trilhas, mergulhar no mar e apreciar a arquitetura colonial. Tudo isso em uma mesma cidade: Parati, que ainda sedia a Festa Literária Internacional.

A cidade de Parati é uma das cidades mais antigas do Brasil. Cidade colonial, considerada Patrimônio Histórico Nacional, foi fundada em 1667 ao redor da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, sua padroeira.

No século XVIII, foi rota do ouro que vinha de Minas Gerais e era levado pra Portugal. Porém, constantes investidas de piratas que se refugiavam em praias como Trindade, fizeram com que a rota do ouro fosse mudada, levando a cidade a um grande isolamento econômico. Teve, ainda, importância na época do café. A arquitetura desse período é presente e preservada até hoje, em seu Centro Histórico, formado por construções e ruas de pedra.

A maçonaria deixou sua forte marca nas fachadas dos sobrados com desenhos geométricos, em relevo.

O Centro Histórico, considerado pela UNESCO como "o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso" é Patrimônio Nacional tombado pelo IPHAN. Sua ruas são protegidas por correntes que impedem a passagem dos carros, que podem circular somente pelas ruas que fazem limite com o Centro: Patitiba, Domingos G. de Abreu, Aurora e Fresca.

Teve grande importância econômica devido aos engenhos de cana-de-açúcar (chegou a ter mais de 250), sendo considerada sinônimo de boa aguardente. Alambiques e lojas com inúmeros tipos de cachaça de todo o Brasil, inclusive as fabricadas na cidade, podem ser visitadas.

Parati é um município todo voltado para o mar. Então, além da riqueza cultural e histórica, tem como atrativos 43 praias e 50 ilhotas.

Para quem gosta de cachoeiras, na estrada que vai de Parati até a cidade de Cunha pode-se conhecer muitas delas.

Após a abertura da Estrada Parati-Cunha,e sobretudo, após a construção da Rodovia Rio-Santos na década de 70, Parati tornou-se pólo de turismo nacional e internacional, devido ao seu bom estado de conservação e graças às suas belezas naturais.

Em sua área encontram-se o Parque Nacional da Serra da Bocaina, a Área de Proteção Ambiental do Cairuçú, onde está a Vila da Trindade, e a Reserva da Joatinga. Faz, também, limite com o Parque Estadual da Serra do Mar.


Igrejas
Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito
Localizada na Rua do Comércio, de frente para a Rua Samuel Costa, na parte mais central do Centro Histórico. Construída em 1725, foi inicialmente a Igreja dos escravos. A Festa dos Santos acontece em novembro com missa, procissão, ladainhas e celebrações tradicionais como as figuras do Rei e da Rainha, as Folias e o mastro com as imagens dos santos.


Igreja de Santa Rita
Eterno cartão-postal de Parati, fica em frente ao píer de onde saem os barcos e escunas para os passeios. Do lado direito, há uma praça com canhões antigos.
Em 1722, os homens pardos libertos iniciaram a construção desta Igreja em louvor ao Menino Jesus, à Santa Rita e à Santa Quitéria. Este conjunto, composto de Igreja, consistório, sacristia, cemitério e pátio ajardinado, é construído de pedra e cal.
Em 1952 a Secretaria do Patrimônio Histórico Nacional tombou o conjunto, e a restauração foi feita no período de 1967 a 1976. A partir de então, passou a funcionar no prédio o Museu de Arte Sacra de Parati.

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios

Matriz da cidade, tem uma praça grande ao lado.
Em 1646, a senhora Dona Maria Jácome de Mello doou uma área de terras para que ali fosse construída uma capela dedicada a Nossa Senhora dos Remédios. Foi ao redor desta capela que se formou o povoado de Parati. Assim, surgiu de pedra e cal a primeira capela, que foi demolida em 1668 para dar lugar a uma igreja maior, só concluída em 1712.
Porém, em 1787, já era pequena para abrigar todos os fiéis. Iniciou-se, então, a construção de uma maior. Em 07 de setembro de 1873, a nova Igreja foi entregue ao culto público, sendo precedida a bênção por uma procissão da Igreja de Santa Rita para a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, que é repetida anualmente na Festa da Padroeira.

Igreja Nossa Senhora das Dores
Localizada na Rua Fresca, de frente para o mar e próxima ao rio. Foi erguida no ano de 1800 por mulheres da aristocracia paratiense. Destaca-se o seu galo-catavento na torre. É também conhecida como “capelinha”.

Igreja Nossa Senhora da Penha
Situa-se na Estrada Parati-Cunha, guardando a entrada da trilha para a Cachoeira do Tobogã.

Capela da Generosa
Localizada no Beco do Propósito, à margem do Rio Perequê-Açú. Foi construida a mando de uma senhora de nome Maria Generosa, em memória de um escravo liberto que se afogou no rio em uma sexta-feira santa.

Capela Nossa Senhora da Conceição Parati Mirim
É a capela mais antiga da cidade.

Casa da Cultura
É administrada pela própria comunidade local, constituída numa organização não- governamental e composta pelas Associações Culturais, Associações de Moradores e cidadãos interessados. Funciona na Rua Dona Geralda, 177 – Centro Histórico. Telefone: 24 3371.2325.
Aberta das 11h às 19h30. Só não abre às terças. Entrada livre para paratienses, menores de seis anos e maiores de 65.


Eventos
Festa Literária Internacional de Parati (FLIP)

Promovida desde 2003, com a presença de autores mundialmente respeitados, a Festa Literária Internacional de Parati inseriu o Brasil no circuito dos festivais internacionais de literatura.
Ao longo de suas edições seguintes, a FLIP ficou conhecida como um dos principais festivais literários do mundo, caracterizada não só pela qualidade dos convidados, mas também pelo entusiasmo do público e pela hospitalidade da cidade. Nos cinco dias de festa, que ocorre em julho, a FLIP realiza cerca de 200 eventos, que incluem debates, shows, exposições, oficinas, exibições de filmes e apresentações de escolas, entre outros.
É a época do ano em que a cidade mais recebe visitantes.

Festival da Pinga
Com barracas vendendo artesanato, doces, frutos do mar e muita cachaça. Realizada, sempre no mês de agosto, na Praça da Matriz.

Read more...
Ocorreu um erro neste gadget

Visitantes (últimos 7 dias)

Visite Blog RotaCinema

  • Gatos (Kedi) - *País*: EUA/Turquia *Ano*: 2016 *Gênero*: Documentário *Duração*: 79 min *Direção*: Ceyda Torun *Elenco*: - *Sinopse*: centenas de milhares de gatos vagam...
    Há uma semana

Seguidores

Quer aparecer no meu blog principal? Clique aqui e siga-me.

Registre seu e-mail: clique aqui. O blogger o avisará, de forma automática, da publicação dos meus próximos blogs de viagem.


Postagens populares

Tags

Melhor cidade do Rio de Janeiro, cidade cultural, cidade histórica, dicas de parati, dicas de viagem, blog simone, viagem barata, viagem independente, hotel barato, Simone Rodrigues Soares, Ricardo José Andrade Leite Viana.

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP